sábado, 27 de fevereiro de 2010

Como emplacar um veículo novo sem despachante

Olá pessoal! Inaugurando este blog, vou explicar passo-a-passo o caminho das pedras que percorri para emplacar um veículo 0km sem a ajuda (e o custo) de um despachante.

Este carro fora emplacado em São Paulo capital, portanto o procedimento para outros municípios e Estados provavelmente será diferente, bem como as "taxinhas" pagas. Mas espero que a partir das explicações abaixo dê pra ser ter uma ideia da batata que você vai pegar.
OBS.: Todo o procedimento abaixo fora feito por mim, dono do veículo, constante na Nota Fiscal. Se for efetuado por amigo, parente, etc, aí a coisa vai complicar um pouco porque você vai precisar de procuração. Neste caso recomendo que utilize um despachante.

OBS.: Sugiro que consultem o link abaixo do Poupatempo na seção "Registro de Veículo", pois os procedimentos podem variar para carros alienados e pessoas jurídicas. No meu caso o veículo estava sem reserva.
http://domino.sp.gov.br/ug960162.nsf/WebPoupatempos?OpenView&Start=1&Count=50000&Expand=13.4#13.4


Fase:

Ir ao Poupatempo para preencher o formulário RENAVAM. Você vai precisar:
  • RG
  • Cópia do CPF
  • Nota Fiscal do fabricante para a revenda
  • Nota Fiscal da revenda para você com decalque legível do chassis colado no verso
  • Cópia e original do comprovante de residência
Recomendo que tire uma cópia de tudo acima, mesmo os que não necessitam de cópia pra evitar perda de tempo e para que você também permaneça com uma cópia da NF por exemplo.

No Poupatempo irão lhe fornecer o extrato PEBE que é um tipo de certidão negativa do veículo. Caso esqueçam, peça este "extrato PEBE".

O formulário do RENAVAM também lhe será fornecido em 2 vias. Isso é importante, pois necessitará das 2 vias para dar entrada no CRV.

Aproveite que está no Poupatempo e recolha a taxa de lacração - R$63,22 - código 403-0. Há outro valor de R$90,31 mas somente caso você queira atendimento a domicílio para lacração (não usei esse).

Fase:

Aqui tem um detalhe importante para evitar ir 3x ao DETRAN. No folheto explicativo do Poupatempo pede para que você vá ao setor DPVAT do DETRAN para cálculo do seguro obrigatório e IPVA. Isso você pode fazer em casa pelo site da Secretaria da Fazenda.

  • Aqui você faz a geração da guia do DPVAT http://www3.fazenda.sp.gov.br/ipvanet/ preenchendo seu CPF
  • Aqui você faz a geração da guia do IPVA. Preencha todos os dados solicitados e informe se deseja pagar à vista ou parcelado http://www3.fazenda.sp.gov.br/ipvanet/default.aspx
Pague o seguro obrigatório, IPVA e também a taxa de 1º registro do veículo (R$182,26). Desta forma, levando todos os documentos e taxas pagas, você já poderá de uma só vez, adquirir o nº da placa e protocolar os documentos na seção CRV (documento do carro).

  • Tire uma cópia do IPVA e seguro obrigatório para anexar à documentação.

Vá ao DETRAN com toda a documentação e comprovantes para adquirir o nº de sua placa. Não entre na fila de informações porque é uma total perda de tempo. Vá direto ao Setor de Classificação de Placas se orientando pelas placas indicativas ou perguntando à qualquer pessoa.

OBS.: Você não poderá escolher a sua placa. Para isso você terá que preencher um outro formulário. Lá você pode escolher somente o final da placa e o funcionário (suuuupeeeer atencioso, diga-se de passagem) irá escolher qualquer placa com o final que escolhera.

Agora vá o setor CRV para dar entrada no seu documento. O funcionário irá conferir toda a documentação, protocolar e lhe deixar uma cópia do formulário RENAVAM com a data de retirada dos documentos. O prazo será de 3 dias úteis depois da entrada (isso mesmo, 3 longos dias pra eles só imprimirem o documento). Na cara de pau, fui 2 dias úteis depois, já estava pronto, entregaram na boa e não olharam a data.

Fase:

Agora finalmente você poderá emplacar seu carro! O tão esperado dia chegara! Não é necessário ir antes ao posto de emplacamento para solicitar a placa como eu imaginara. Basta ir direto com o documento CRLV, rg ou carteira de motorista, comprovante original de pagamento da taxa de lacração e o vale-placa que lhe fora fornecido pelo DETRAN no momento da escolha da placa. No meu caso fui no Shopping Aricanduva onde há um posto do DETRAN. Basta aguardar na fila e o funcionário irá conferir a documentação. Também não é necessário pagar nada a mais pelo serviço, pois você já recolhera a taxa de lacração.

Caso queira uma placa mais bonitinha, daqueles do tipo refletiva, terá que pagar cerca de R$70,00 a mais. E se não me engano, terá que encomendá-la em um dia e voltar outro dia para emplacar.

Conclusão

Agora vocês me perguntam se valeu a pena todo esse trabalho pra economizar o custo do despachante. A resposta é não. Fiz mais para conhecer como funciona, e também porque sempre passo próximo ao Detran, pois não faria novamente tudo isso. É muita perda de tempo. O meu despachante iria cobrar aproximadamente R$100,00 pelo serviço e provavelmente o trâmite se daria no máximo em 2 dias úteis. Os despachantes conseguem tudo mais rápido no Detran, e vocês sabem muito bem o porque. Porém pesquise o preço, pois o serviço dos despachantes podem variar até 200% de um para outro.

Um comentário:

  1. Rapaz, fizemos o procedimento no PoupaTempo no Campinas Shopping, em Campinas (claro), e já saimos com tudo pago, protocolo feito, placa liberada e agendamento para documentação. Tudo isso em apenas uma hora e meia. A placa é em outro estabelecimnto, mas foi tranquilo também. Fomos ao poupatempo no sábado (o banco funciona) e na segunda de manha a placa já estava no carro. Com certeza vale mais a pena, e economizamos mais de 300 reais com o despachante.

    ResponderExcluir